16 de fevereiro de 2009

(Sem)tido


E agora, como é que a gente faz?

Finge a felicidade ou se conforma com a tristeza?
Posso mais uma vez te ligar porque vi algo engraçado no meio da rua, ou chegar na sua casa de surpresa?
Posso mais uma vez levar aquele jantar, que você antes não gostava, mas que passou a adorar?
Posso pedir por você, minha escada.
Mas e agora, como que a gente faz?
Como fazemos quando abrimos nossa memória e fica dificil andar?
Como faço quando associo você a meus atos e sinto aquela enorme dor?
Como faço para não me perder agora?
Posso chamar por você, mesmo sabendo que você não virá?
E agora? Como que se faz? Se lamenta ou se levanta?
Me desculpe por te perder.

Ass: Pedro Gazzinelli de Barros

3 comentários:

ab disse...

Caracaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa. sem palavras!!!!

ab disse...

Caracaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa. sem palavras!!!!

bruna disse...

foda esse texto zaca!!
a vida é tao simples que agente complica tudo, as vezes ate mesmo sem saber o ou ter um motivo...