17 de fevereiro de 2009

Perfume de lulu



Eu queria voar daqui, te levar comigo pro mundo da lua.
Eu queria poder te amar nas estrelas e mais tarde te levar pra tomar um sorvete de chocolate.
Nada é como antes, mal tenho o meu lugar, olho para trás e não vejo mais, mas mesmo assim eu sigo, sigo meu coração.
Tem que se arriscar, é simples assim, basta ver a nossa história.
Eu queria ficar de mãos dadas por horas a fio, queria sentir o seu perfume de lulu.
Eu queria sonhar com você e acordar sabendo que você não é um sonho, foi feita pra mim.
No campo vasto do amor a gente vai dançar até que a música do rádio acabe.
Vamos roubar as cores do arco-irís e pintar a nossa aquarela, só nossa.
Podemos compartilhar só por hoje o que ninguém nunca vai poder nos roubar?
Eu queria que a vida fosse pouco tempo para gente.
Eu queria poder te ter, eu queria jogar Mario Brother com você.
Você pode conhecer meus medos, você pode ser aquela chama que me esquenta em noites de frio, basta você sonhar.
Se você fosse embora ao menos eu teria agora uma razão especial pra lembrar, mas você nunca veio, sozinho, ainda receio se esse dia vira. Dias gelados.
Seu perfume de lulu, me encanta.
Seu perfume de lulu me faz sonhar.
Dedilho uma bela música para que seus ouvidos sempre lembrem que nosso amor é uma bela canção.
Nas madrugadas a fio, lembro que nosso amor nasceu pra ser eternizado.
Nosso amor, é lindo!!

Ass: Diogo Coelho

Um comentário:

Thalles Contão disse...

Um verdade dura que não pode ser revelada, mas tão obvia que dá para sentir sua dor...