5 de março de 2008

Forasteiro




Saudade de você, saudade da mamãe, saudade do papai, do meu cachorro, do meu irmão dos meus amigos, da minha vidinha simples de interior.
As vezes sou um jeca mesmo, daqueles que falam embolado e puxando um sotaque quase insuportável de escutar.
Quero acreditar que vou ter um futuro melhor, quero sonhar com um futuro melhor, quero ser o futuro.
Saudade, uma palavra tão gostosa e tão vil ao mesmo tempo, a saudades nos faz perceber o quanto gostamos de alguém, mas também no permite sofrer.
Tento equilibrar o sofrimento de sentir saudade e gostar.
As vezes sou grosso, as vezes sou arrogante, mas de certa forma tem sentido eu ser assim, pra quem vê pode ser que não, mas agüentar essa pressão que explode minha cabeça certas horas é complicado, tente entender o que é um forasteiro numa selva de pedras?
Sou poeta, sou ator, sou um dos palhaços do circo de solé, não escrevo como vejo, afinal sou do interior, e escrever em outro idioma é coisa pra você que se considera um culto e pesquisa sobre teorias da conspiração.
Tem razão quem usa a razão e usa a razão quem não tem razão, afinal razão certas horas é irracional.
Saudade, irracional, mas ao mesmo tempo racional, eu tenho saudade, sou racional, mas a abstração desse sentimento me faz irracional.
Sou irracional, tenho saudade, sou irracional, sou um animal, tenho instintos, sofro com a carência da minha casa, sofro com um animal longe da sua mãe.
As vezes o sofrimento é bom, as vezes nos faz perceber o quanto gostamos de quem sentimos saudades, mesmo sofrendo.

Ass: Diogo Coelho

2 comentários:

Bruna disse...

delicia, esse texto ficou simplismente lindo!!!
vc teve a manha de escrever...
e pensa por um lado bom disso q aconteceu te deu mais forças pra escrever e esse texto ficou perfeito!!!
te adoro....te amo...te tudo
hahahaha
bjos love

Anônimo disse...

puta q pariu, esse texto eh realmente fantastico, traça toda a trama, sofrimento e sentimento de qm mora longe dos pais, sente falta da familia, do cachorro e da vida pacata, mas como disse, eh a vida eh algo real, q nao vem de graca, qm usufrui um beneficio eh pq correu atras, e assim estamos nós enfrentanto uma floresta de pedra desconhecida a troco de um sonho real