15 de abril de 2010

Viver é pra Viver



Pra ler ouvindo: "Enquanto ela não chegar" - Barão Vermelho.


Viver é pra viver.
Não importa a viagem do poeta ou a alegria da musa.
Não importa o choro do escritor ou o aplauso do público.
Viver é pra viver.
As alegrias dos amigos, a experiência única, os amigos fugazes.
Viver é pra viver a respiração, o vento, o caminho perdido, a viagem de final de semana.
Viver é pra viver a vida, nossa vida, que fala com difícil compreensão.
Alguem como eu.
Viver é pra viver a única emoção, a emoção de tudo pro alto agora.
Viver é pra viver as lembranças, viver é pra viver aquele dia, aquele abraço ou aquele choro.
Viver é pra viver aquele frio, aquele calor ou aquele mar.
Viver é pra viver aquele presente, aquele sol nascendo, aquele caminho de volta.
Viver é pra viver aquele porre, aqueles óculos quebrados, aquele terno esquecido.
Viver é pra viver aquele sorriso, aquele perfume, aqueles ombros.
Viver é pra viver.
Alguem como eu.

Ass: Pedro Gazzinelli de Barros

2 comentários:

diogopettersen disse...

veneza?

Pedro Gazzinelli disse...

Não, isso é Amsterdam.